Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Casas de Cultura

28

Nov
2018

EmDestaque
Notícias

PorIberCultura

Cuba ingressa no programa como país convidado

Em28, Nov 2018 | EmDestaque, Notícias | PorIberCultura

O convite para que o governo cubano participe do programa IberCultura Viva durante o ano de 2019 foi um dos acordos firmados na 10ª Reunião do Conselho Intergovernamental, realizada nos dias 19 e 20 de novembro em Santiago e Valparaíso, no Chile. Conforme acordado, Cuba participará das atividades previstas no Plano Operativo Anual (POA) 2019 como país convidado, para que avalie se ingressará oficialmente no programa.

A 10ª Reunião do CI contou com a presença de Anays Córdova Otero, diretora de Relações Internacionais do Conselho Nacional de Casas de la Cultura (CNCC), que representará o Ministério de Cultura de Cuba nas ações do programa. As Casas de Cultura foram criadas em 1978 sob a máxima de trabalhar “com a comunidade, para a comunidade e a partir da comunidade”. Atualmente, a rede conta com 343 centros no país.

 

Visita a Cuba

Esta semana, Diego Benhabib, coordenador do Programa Pontos de Cultura da Argentina e representante da presidência de IberCultura Viva, está em Cuba. Convidado a participar das atividades realizadas durante os festejos pelos 40 anos de criação do sistema de Casas de Cultura no país, ele apresentou o programa IberCultura Viva em reuniões e visitou projetos comunitários em Havana. A programação seguirá em Pinar del Río e Matanzas.

A reunião de Benhabib com gestores no Conselho Nacional de Casas de Cultura

Para Diego Benhabib, esta visita é de vital importância para acompanhar e conhecer de perto o valioso trabalho de Cuba no desenvolvimento das políticas culturais de base comunitária, e também para reafirmar o interesse em seu ingresso no programa, em consonância com o trabalho que Enrique Vargas vem realizando na coordenação do Espaço Cultural Ibero-americano, na Secretaria Geral Ibero-americana (SEGIB).

“A missão de IberCultura Viva é reconhecer o valor dos processos de construção da cidadania e da diversidade cultural manifestados na participação social organizada, para a melhora das condições de vida e da convivência das comunidades. Ao fomentar seu desenvolvimento a partir do trabalho intersetorial, busca também contribuir para a consolidação do Espaço Cultural Ibero-americano e a integração regional”, ressalta Benhabib. “Esperamos que nossa visita contribua para seguir fortalecendo os laços da cooperação ibero-americana.”

Programação

A agenda em Havana começou na segunda-feira (26/11) com um encontro no CNCC com especialistas e diretores do sistema de Casas de Cultura, e um percurso pelo projetos comunitários Clave de Sol (projeto musical com crianças e jovens) e Cuenta Conmigo (projeto com pessoas com deficiência).

 

Na terça-feira (27/11), Diego Benhabib se reuniu com Rosa Teresa Rodríguez Lauzurique, diretora de Relações Internacionais do Ministério de Cultura de Cuba; Frank Téllez, especialista de organismos multilaterais, e Diango González Guerra, presidente do Conselho Nacional de Casas de Cultura. Nesta reunião foram repassados os acordos da 10ª Reunião do CI no Chile, e manifestados os aportes que Cuba pode oferecer ao programa em termos técnicos e de formação com sua experiência de mais de 40 anos em políticas culturais de base comunitária, como o Sistema Nacional de Casas de Cultura.  

Para a tarde de terça-feira foram  programados uma visita ao projeto comunitário Muraleando, um encontro na sede da Rede Cámara Chica, de trabalho audiovisual de crianças, e um encontro na Casa de Cultura “Justo Vega”, de Arroyo Naranjo, com projetos Cascabelitos e aficcionados das oficinas de manifestações artísticas.

 

Tags | ,