Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Notícias

17

Aug
2018

EmNotícias

Seminário sobre novas formas de produção cultural é realizado em Imbabura, Equador

Em17, Aug 2018 | EmNotícias |

(Fotos: Ministerio de Cultura y Patrimonio)

 

O Ministério de Cultura e Patrimônio do Equador realizou ontem e hoje (16 e 17/08), no Complexo Fábrica Imbabura (cantão Antonio Ante, província de Imbabura), o seminário “Novas formas de produção cultural”, ministrado pela professora Ana María Restrepo, diretora do Centro de Desenvolvimento Cultural de Moravia (Medellín, Colômbia).

Ana María Restrepo é jornalista e gestora cultural

Nos dois dias de atividades, Ana María Restrepo tratou do desafio que as organizações culturais comunitárias têm para integrar de maneira transversal a aposta criativa, formadora e de intercâmbio cultural das novas dinâmicas de comunicação e apropriação de conhecimento.

Gabriel Cisneros Abedrabbo, subsecretário de Empreendimentos, Artes e Inovação do Ministério de Cultura e Patrimônio, inaugurou nesta quinta-feira a jornada de capacitação, que contou com a participação de cerca de 30 gestores culturais da província. Muitas das pessoas presentes representavam organizações culturais locais, como a organização de música andina contemporânea “KAY” (“Ser palavra”), formada por 25 integrantes de 14 a 35 anos.

 

Primeiro seminário

Esta foi a segunda atividade desenvolvida no Equador dentro do Programa de Formação em Gestão Cultural Comunitária – IberCultura Viva 2018. A primeira se deu nos dias 14 e 15 de junho, com o seminário “Introdução à Gestão Cultural Comunitária”, a cargo do guatemalteco-colombiano Doryan Bedoya.

O primeiro seminário durou 16 horas e abordou temas relacionados à gestão cultural comunitária, como o rol do gestor comunitário como mediador dos processos culturais, o vínculo com o comunitário, o desenvolvimento sustentável do território e as filosofias do bem-viver, análises de casos e experiências latino-americanas e redes comunitárias.  

A atividade de junho reuniu 48 gestores culturais comunitários de diversas organizações de Imbabura, como a Universidade Técnica do Norte, os governos autônomos de Otavalo e Antonio Ante, e organizações da sociedade civil, como a Asociación Asiris.

Com esta série de eventos de formação, o Ministério de Cultura e Patrimônio tem o objetivo de fortalecer e propiciar as condições de criação, ativação e gestão de culturas cooperativas, solidárias e transformadoras, mediante o fortalecimento da capacidade das organizações comunitárias através da formação dos gestores públicos e dos gestores comunitários.

Leia também:

Seminário de gestão cultural comunitária reúne organizações da província de Imbabura, no Equador

 

Tags | , , ,