Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Notícias

10

Aug
2018

EmNotícias

Aprovada a lei que institui a Cultura Viva Comunitária como política pública em Villa María del Triunfo

Em10, Aug 2018 | EmNotícias |

(Foto: Johana Santa Ana)

 

Na segunda-feira, 6 de agosto, foi publicada no diário oficial do Peru (“El Peruano”) a Ordenança nº 252/2018, que institui como política pública local “a promoção, o reconhecimento e o fortalecimento da Cultura Viva Comunitária no distrito de Villa María del Triunfo”, em Lima Metropolitana.

A ordenança foi aprovada em 19 de julho de 2018, com votação unânime dos membros do Conselho Municipal. O processo, iniciado há dois anos, foi impulsado pela Subgerência de Educação, Cultura, Esportes e Juventude da Municipalidade de Villa María del Triunfo com o apoio e o respaldo de organizações culturais locais.

Uma vez promulgada no diário oficial, deve-se regulamentá-la. Para isso, a ordenança contempla a criação de uma mesa multissetorial, da qual participam as organizações culturais, a municipalidade e instituições tanto públicas como privadas, voltadas ao fazer cultural.

“A ordenança pela cultura viva em Villa María del Triunfo é conquistada ao fazer coincidir expectativas distintas: as do setor cultural, as da sociedade civil e as da instituição municipal. Isso implica impulsionar um processo pedagógico e de conscientização dirigido pela Subgerência de Educação, Cultura, Esporte e Juventude para os  demais setores envolvidos”, comenta Efrain Aguero, que até julho atuou como subgerente na Subgerência de Educação, Cultura, Esporte e Juventude da Municipalidade de Villa María del Triunfo.

Outras iniciativas

Desde que foi aprovada, em 2013, a Ordenança nº 1673, que institui a política pública para a promoção e o fortalecimento da Cultura Viva Comunitária no âmbito da Municipalidade Metropolitana de Lima, vários distritos da província de Lima se mostraram interessados em construir leis a favor das políticas culturais de base comunitária. Entre estas municipalidades estão a de Independência, a do Agustino e a de Ate Vitarte.

No distrito de Independencia, por exemplo, a organização cultural Llaqtaraymi assumiu o compromisso de criar uma proposta de ordenança que promova a arte e a cultura a partir da comunidade, junto a outras organizações culturais reunidas na Red Arte y Cultura por Nuestra Independencia.

As organizações envolvidas vêm trabalhando uma proposta de ordenança municipal que contemple o reconhecimento e a sustentação das agrupações, a incidência no bom uso do espaço público, a formação de processos culturais e a realização de festivais e oficinas para a comunidade.

 

Leia também:

La Ordenanza nº 252/2018, de Villa María del Triunfo

Independencia camino a la Ordenanza de Cultura Viva Comunitaria

 

Assista:

El video de la sustentación ante el Concejo Municipal

El momento de la votación

 

(*Na foto estão os vereadores que aprovaram a ordenança, vizinhos do distrito, a equipe da subgerência e o prefeito de Villa María del Triunfo. )

Tags | ,