Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Convocatoria

11

Oct
2018

EmDestaque
EDITAIS
Notícias

PorIberCultura

Concurso de vídeos busca reflexões sobre comunidades linguísticas, identidade e salvaguarda

Em11, Oct 2018 | EmDestaque, EDITAIS, Notícias | PorIberCultura

É por meio da língua que definimos nossa identidade, expressamos nossa história e cultura, preservamos os costumes, as tradições, a memória de nossas comunidades. Como é também por meio da língua que construímos o futuro – e muitas das línguas indígenas seguem desaparecendo apesar de seu imenso valor –, o programa IberCultura Viva e o Escritório de Representação na Guatemala da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) lançam o concurso de curtas-metragens “Comunidades Linguísticas: identidade e salvaguarda”.

A iniciativa, que premiará 10 vídeos com 500 dólares, se inspira na resolução da Assembleia Geral da ONU que declarou 2019 como o Ano Internacional das Línguas Indígenas, para advertir sobre a perda destes idiomas e a necessidade de conservá-los e revitalizá-los. Das 7 mil línguas faladas ao redor do mundo, estima-se que 2.680 correm o risco de desaparecer. Os povos indígenas, criadores da grande maioria destas línguas, compõem um grupo de aproximadamente 370 milhões de pessoas, representando 5 mil culturas diferentes em 90 países.

O objetivo do concurso de curtas-metragens é selecionar vídeos que reflexionem sobre a situação e as problemáticas das comunidades linguísticas, para sua construção de identidade e salvaguarda como direitos culturais, e/ou valorizem seus aportes para a constituição, a promoção e o desenvolvimento da cultura ibero-americana. As comunidades linguísticas devem ser entendidas como o conjunto de pessoas que possuem, reconhecem e utilizam um idioma comum, seja num espaço territorial, social ou cultural específico.

Os vídeos devem ter duração mínima de 1 minuto e máxima de 3 minutos, incluindo os créditos iniciais e finais. Devem ser dirigidos ao público em geral, com classificação indicativa livre, e podem pertencer a qualquer gênero audiovisual (documentário, ficção, animação, jornalístico, etc). Caso não utilize as línguas espanhola e/ou portuguesa, devem vir acompanhados da tradução, anexada ao formulário de inscrição.

Inscrições

O prazo de inscrições estará aberto de 12 de outubro de 2018 a 21 de fevereiro de 2019. As postulações serão realizadas pela plataforma Mapa IberCultura Viva, onde estarão disponíveis o formulário de inscrição e um campo para incluir o link do vídeo. (A pessoa postulante deverá publicar seu vídeo online em alguma plataforma de divulgação gratuita, como Vimeo ou YouTube, e depois incluir este link no Mapa IberCultura Viva.)

As pessoas que quiserem participar do concurso devem se registrar na plataforma como agentes individuais e depois fazer a inscrição. Brasileiros devem buscar em “Editais” (na parte superior da tela) o arquivo que aparece com o título em português; as pessoas dos outros países membros do programa devem inscrever-se naquele que tem o título do concurso em espanhol.

O concurso é destinado a pessoas maiores de 18 anos dos países membros do programa IberCultura Viva: Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Equador, Guatemala, El Salvador, Espanha, México, Peru e Uruguai.

Seleção

A seleção das obras audiovisuais levará em conta critérios como originalidade temática e criatividade, assim como sua adequação ao tema. Contarão  pontos os trabalhos que reflexionem sobre práticas de identidade das comunidades linguísticas, enfatizem boas práticas para a salvaguarda, fomentem mensagens de respeito pela diversidade e o desenvolvimento intercultural, propiciem a ruptura de estereótipos discriminatórios e apresentem grupos prioritários (mulheres, jovens, crianças, migrantes). Os vídeos realizados por membros de povos indígenas ou por mulheres serão considerados com maior pontuação.

A Comissão de Avaliação será composta por uma pessoa do Escritório de Representação na Guatemala da UNESCO e representantes de comunidades linguísticas de três países membros do Conselho Intergovernamental, indicados pelos Representantes nos Países dos Programas e Iniciativas (REPPI) que participam do IberCultura Viva. Esta comissão estará encarregada de realizar a seleção dos vídeos ganhadores.

 

Edições anteriores

Este é o terceiro concurso de audiovisuais promovido por IberCultura Viva. Em 2016, o programa lançou o Concurso de Videominuto “Mulheres: culturas e comunidades”, buscando dar visibilidade ao aporte fundamental das mulheres para a cultura e organização comunitária, enfrentando atitudes e estereótipos discriminatórios que contribuem para a desigualdade de gênero e a violência.

Em novembro de 2017, foi a vez do Concurso de curtas-metragens “Comunidades Afrodescendentes: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”, lançado em parceria com o Escritório de Representação no Brasil da UNESCO, como uma das atividades da Década Internacional dos Afrodescendentes (2015-2024), declarada pelas Nações Unidas em 2015.

 

Confira o regulamento do concurso: https://bit.ly/2IS5c5g

Inscriçõeshttps://mapa.iberculturaviva.org/oportunidade/40/

Consultas: programa@iberculturaviva.org

Como se registrar no Mapa IberCultura Vivahttp://iberculturaviva.org/manual/

 

(Foto: Oliver Kornblihtt)

Tags | , , , , ,

09

Oct
2018

EmDestaque
EDITAIS
Notícias

PorIberCultura

89 candidaturas são habilitadas no Edital de Apoio a Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo

Em09, Oct 2018 | EmDestaque, EDITAIS, Notícias | PorIberCultura

O programa IberCultura Viva anunciou nesta segunda-feira (15/10) a lista definitiva de candidaturas habilitadas a seguir no processo de seleção do 1º Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018, após o prazo e análise de recursos. Cinco pedidos de reconsideração da avaliação foram aceitos. A lista inicial de candidaturas habilitadas, publicada na última terça-feira (09/10), contava com 84 projetos. Após a análise dos recursos (o prazo terminou na sexta-feira, 12), passou para 89.

A lista de candidaturas habilitadas reúne organizações/coletivos dos 11 países integrantes do programa IberCultura Viva. São 34 do Brasil, 24 da Argentina, 5 do Equador, 5 do Peru, 4 de El Salvador, 4 da Guatemala, 4 do México, 3 do Chile, 2 da Costa Rica, 2 do Uruguai e 1 da Espanha.

Durante o período de inscrições, iniciado em 15 de agosto e encerrado em 3 de outubro, foram enviados 110 projetos à plataforma Mapa IberCultura Viva. Aqueles que tiveram a candidatura não habilitada foram, em sua maioria, por falta de cartas avais e de certificado de pessoa jurídica, ou por não cumprir com os requisitos, como o de reunir três ou mais organizações em rede.

Os projetos habilitados seguem para a próxima etapa do edital, em que serão avaliados pelos representantes dos países membros do Conselho Intergovernamental. O resultado da seleção final será divulgado antes de 31 de outubro.

Na seleção, serão levados em conta critérios como a adequação aos objetivos estratégicos do programa IberCultura Viva; os impactos artístico-culturais, econômicos e/ou sociais da proposta; a experiência da rede ou coletivo proponente; a quantidade e diversidade de organizações e/ou coletivos que compõem a rede ou coletivo; a pertinência das estratégias e objetivos em relação aos resultados esperados, e a adequação do orçamento e a viabilidade do plano de trabalho.


O edital

O 1º Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018 distribuirá um total de US$ 85 mil para a realização de encontros, congressos, seminários, festivais, feiras, colóquios e simpósios promovidos entre novembro de 2018 e maio de 2019, com entrada livre e gratuita. Cada projeto poderá receber até US$ 5 mil.

O objetivo é apoiar eventos cuja forma de gestão se dê a partir da articulação e do trabalho conjunto de organizações, coletivos culturais e povos originários, que fortaleçam a gestão cultural local e que busquem fomentar, enriquecer, fortalecer e/ou visibilizar produções culturais comunitárias tanto no campo artístico como para a construção de cidadania e a valorização das identidades dentro do Espaço Cultural Ibero-americano.


(*Texto atualizado em 15 de outubro de 2018)

 

Confira a lista definitiva de candidaturas habilitadas:

Informação aos Interessados II – Etapa de Habilitação – 1º Edital de Apoio a Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo – Lista definitiva

 

Leia também:

Informação aos Interessados I – Etapa de Habilitação – 1º Edital de Apoio a Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo

Edital para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018: inscrições abertas

Nova plataforma do programa IberCultura Viva busca integrar e dar visibilidade a organizações comunitárias da Ibero-América

 

 

 

Tags | , ,

29

Sep
2018

EmNotícias

PorIberCultura

Ampliado o prazo de inscrições do Edital para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018

Em29, Sep 2018 | EmNotícias | PorIberCultura

O programa IberCultura Viva ampliou até quarta-feira, 3 de outubro, às 23:59 (horário de Brasília), o prazo de inscrições do 1º Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018.

A iniciativa é dirigida a organizações e coletivos de cultura comunitária e povos originários que trabalham em articulação com ao menos outras três organizações/ coletivos culturais nos países integrantes do programa: Argentina, Brasil, Costa Rica, Chile, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, México, Peru e Uruguai.

O edital apoiará a realização de encontros, congressos, seminários, festivais, feiras, colóquios e simpósios promovidos entre novembro de 2018 e maio de 2019, com entrada livre e gratuita. Cada projeto poderá receber até US$ 5 mil.

As inscrições são feitas exclusivamente por meio da plataforma Mapa IberCultura Viva (https://mapa.iberculturaviva.org/). Os representantes de organizações/coletivos devem inscrever-se inicialmente na plataforma como agentes individuais (pessoas físicas) e depois fazer o registro de agente coletivo, com os dados de sua organização comunitária. (Primeiro é necessário cadastrar-se na plataforma como agente cultural. Depois se faz a inscrição no edital.)

 

Saiba mais sobre como registrar-se no mapahttp://iberculturaviva.org/manual/

Veja o regulamento do edital: https://bit.ly/2zDUaNK

Consultas: programa@iberculturaviva.org

 

Leia também:

Edital para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018: inscrições abertas

Nova plataforma do programa IberCultura Viva busca integrar e dar visibilidade a organizações comunitárias da Ibero-América

 

Tags | , ,

25

Sep
2018

EmDestaque
EDITAIS
Notícias

PorIberCultura

Nove pessoas são selecionadas no 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

Em25, Sep 2018 | EmDestaque, EDITAIS, Notícias | PorIberCultura

Representantes de organizações culturais comunitárias e povos originários de nove países ibero-americanos foram selecionados no 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018, que tem seu resultado publicado nesta terça-feira, 25 de setembro.

Das 35 candidaturas apresentadas durante o prazo de postulação (de 1º a 30 de agosto de 2018), 20 estavam habilitadas a seguir no processo de avaliação (2 da Argentina, 4 do Brasil, 1 do Chile, 2 de Costa Rica, 2 do Equador, 1 da Espanha, 4 da Guatemala, 2 do México e 2 do Peru). Na etapa final, o Comitê de Seleção, integrado pela Unidade Técnica e o Conselho Intergovernamental do programa, elegeu uma pessoa de cada país participante.

 

A seleção

As pessoas selecionadas participarão das Jornadas Preparatórias do 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária, de 2 a 4 de novembro, em Buenos Aires (Argentina). O valor total destinado ao edital é de US$ 10 mil, que serão distribuídos para a compra de passagens aéreas e seguros de viagem.

Na seleção foram levados em conta critérios como a experiência da organização em ações culturais comunitárias e em articulação de redes culturais, e o histórico de participação em processo de articulação de redes culturais em âmbito nacional e/ou internacional.

 

O congresso

Com o lema “Territórios para o bem-viver”, o 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária será realizado na Argentina como um evento itinerante, de 10 a 17 de maio de 2019, com início na província de Mendoza, passando por Córdoba e Entre Ríos e terminando na cidade de Buenos Aires.

O formato de caravana, segundo os organizadores, possibilitará o contato com distintas realidades do país, gerando ao longo da semana instâncias participativas em nível comunitário e permitindo também uma visão dos processos territoriais. Serão mantidas algumas dimensões da estrutura de trabalho dos congressos anteriores, como os círculos de palavras temáticos, feiras, festivais, visitas a experiências e plenárias.

 

A preparação

O congresso vem sendo preparado ao longo de 2018 por coletivos de distintas regiões do país. Já se realizaram quatro jornadas de trabalho para o planejamento do evento: na cidade de Buenos Aires, em março; em Córdoba, em abril; em Chacras de Coria (Mendoza), em junho, e em Paraná (Entre Ríos), em agosto. Participam da construção da metodologia e logística do evento ao  redor de 200 coletivos argentinos.

Na reunião preparatória de novembro, em que participarão representantes de organizações culturais comunitárias de países ibero-americanos, as atividades incluirão momentos de plenária, trabalho em grupos, comissões temáticas e visitas a experiências locais de Cultura Viva Comunitária em Buenos Aires.

 

Confira a lista com as pessoas selecionadas:

Informação aos Interessados II – Etapa de Seleção – 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

Leia também:

20 candidaturas são habilitadas no 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

Jornadas Preparatórias do 4º Congresso Latino-americano de CVC: planejamento coletivo e intercâmbio de experiências

Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

Tags | , , , ,

06

Sep
2018

EmEDITAIS
Notícias

PorIberCultura

20 candidaturas são habilitadas no 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

Em06, Sep 2018 | EmEDITAIS, Notícias | PorIberCultura

O programa IberCultura Viva informa a lista de pessoas habilitadas a seguir no processo de seleção do 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018. Das 35 candidaturas apresentadas durante o prazo de postulação (de 1º a 30 de agosto de 2018), foram habilitadas 20 de nove países (2 da Argentina, 4 do Brasil, 1 do Chile, 2 de Costa Rica, 2 do Equador, 1 da Espanha, 4 da Guatemala, 2 do México e 2 do Peru).

O prazo de recursos, que termina no sábado, 8 de setembro, é apenas para aqueles cuja documentação não tenha sido apresentada por causa de danos nos arquivos enviados.  Para tanto, deverão dirigir um texto para o e-mail rosario@iberculturaviva.org, com a indicação no assunto de “Recurso” e a identificação da organização ou povo originário responsável. Não serão aceitos recursos sobre documentação não enviada oportunamente. A relação definitiva de candidaturas habilitadas será divulgada após o prazo e análise dos recursos e será enviada ao Comitê de Seleção para dar continuidade ao processo de avaliação.

A seleção

Será selecionada uma pessoa de cada país integrante do Conselho Intergovernamental  IberCultura Viva. As pessoas selecionadas – representantes de organizações culturais comunitárias e/ou povos originários – participarão das Jornadas Preparatórias do 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária, de 2 a 4 de novembro em Buenos Aires (Argentina). O valor total destinado ao edital é de US$ 10 mil, que serão distribuídos para a compra de passagens aéreas e seguro de viagem.

Na seleção serão levados em conta critérios como a experiência da organização em ações culturais comunitárias e em articulação de redes culturais, e o histórico de participação em processo de articulação de redes culturais em âmbito nacional e/ou internacional. Também contarão pontos a participação em instâncias de articulação de redes e circuitos de organizações culturais comunitárias e/ou povos originários, como os Congressos Latino-americanos de CVC, e o perfil da pessoa candidata (mulheres, jovens, afrodescendentes e pessoas pertencentes a povos originários terão 2 pontos mais).

O congresso

Com o lema “Territórios para o bem-viver”, o 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária se realizará na Argentina como um evento itinerante, de 10 a 17 de maio de 2019, com início na província de Mendoza, passando por Córdoba e Paraná e terminando na cidade de Buenos Aires.

O formato de caravana, segundo os organizadores, possibilitará o contato com distintas realidades do país, gerando ao longo da semana instâncias participativas em nível comunitário e permitindo também uma visão dos processos territoriais. Serão mantidas algumas dimensões da estrutura de trabalho dos congressos anteriores, como os círculos de palavras temáticos, feiras, festivais, visitas a experiências e plenárias.

O congresso vem sendo preparado ao longo de 2018 por coletivos de distintas regiões do país. Já se realizaram quatro jornadas de trabalho para o planejamento do evento: na cidade de Buenos Aires, em março; em Córdoba, em abril; em Chacras de Coria (Mendoza), em junho, e em Entre Ríos (Paraná), em agosto. Participam da construção da metodologia e logística do evento ao  redor de 200 coletivos argentinos.

Na reunião preparatória de novembro, em que participarão representantes de organizações culturais comunitárias de países latino-americanos, as atividades incluirão momentos de plenária, trabalho em grupos, comissões temáticas e momentos de participação e recreação coletiva, visitando experiências locais e espetáculos de Cultura Viva Comunitária em Buenos Aires.

Confira a lista de candidaturas habilitadas:

Informação aos Interessados I – Etapa de Habilitação – 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

Leia também:

Jornadas Preparatórias do 4º Congresso Latino-americano de CVC: planejamento coletivo e intercâmbio de experiências

Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

Tags | , , ,

15

Aug
2018

EmEDITAIS
Notícias

PorIberCultura

Edital para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018: inscrições abertas

Em15, Aug 2018 | EmEDITAIS, Notícias | PorIberCultura

Organizações e coletivos de cultura comunitária e povos originários que trabalham em articulação e de maneira colaborativa nos países integrantes do programa IberCultura Viva têm até o dia 30 de setembro para inscrever-se no 1º Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018.

A iniciativa busca fortalecer o trabalho e fomentar a articulação das redes culturais de base comunitária e projetos de trabalho colaborativo a partir do apoio à realização de encontros, congressos, seminários, festivais, feiras, colóquios e simpósios.  Os eventos apresentados poderão ter alcance municipal, estadual, nacional ou regional, e deverão ser realizados entre novembro de 2018 e maio de 2019, com entrada livre e gratuita.

Será destinado o valor total de US$ 85 mil. Cada projeto poderá receber até US$ 5 mil, e este aporte poderá ser utilizado somente em gastos de produção e comunicação do evento. As organizações candidatas deverão aportar no mínimo 25% dos custos totais do projeto.

O objetivo do edital é apoiar eventos cuja forma de gestão se desenvolva a partir da articulação e do trabalho conjunto de organizações, coletivos culturais e povos originários, que fortaleçam a gestão cultural local e que busquem fomentar, enriquecer, fortalecer e/ou visibilizar produções culturais comunitárias tanto no campo artístico como para a construção de cidadania e a valorização das identidades dentro do Espaço Cultural Ibero-americano.

Poderão participar organizações e coletivos dos seguintes países: Argentina, Brasil, Costa Rica, Chile, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, México, Peru e Uruguai. As inscrições estão abertas a partir de hoje no Mapa IberCultura Viva (https://mapa.iberculturaviva.org), a nova plataforma colaborativa de mapeamento do programa voltado para as culturas de base comunitária do países ibero-americanos.

 

Nova plataforma

Este é o primeiro edital do programa publicado no Mapa IberCultura Viva. A plataforma, que faz parte do projeto Mapas Culturais, adotado pelo Ministério da Cultura do Brasil (Mapa da Cultura) e pela Direção Nacional de Cultura do Uruguai em 2015 (Cultura en Linea), permite o registro de agentes culturais individuais e coletivos. Por agentes individuais compreendemos as pessoas físicas, e por agentes coletivos, as organizações culturais comunitárias, entidades, povos originários, coletivos, agrupações e instituições.

O 1º Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018 é destinado aos agentes coletivos. No entanto, recomendamos aos representantes de organizações que se inscrevam inicialmente como agentes individuais (pessoas físicas) e depois façam o cadastro de agente coletivo, com os dados de sua organização comunitária, Ponto de Cultura, etc.

As inscrições serão realizadas somente por meio desta plataforma. Brasileiros interessados em inscrever-se devem buscar em “Editais” o arquivo que aparece com o título em português (“1º Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018”). Pessoas dos outros países membros do programa devem fazer a inscrição naquele que tem o título em espanhol (“1ª Convocatoria IberCultura Viva para Apoyo de Redes y Proyectos de Trabajo Colaborativo 2018”).

 

Veja o regulamento:

1º Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018

 

Consultas:

programa@iberculturaviva.org

 

Leia também:

Nova plataforma do programa IberCultura Viva busca integrar e dar visibilidade a organizações comunitárias da Ibero-América

 

Tags | , ,

01

Aug
2018

EmEDITAIS
Notícias

PorIberCultura

Edital de Mobilidade apoiará a participação de representantes de organizações em reunião na Argentina

Em01, Aug 2018 | EmEDITAIS, Notícias | PorIberCultura

O 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária, que será realizado na Argentina em maio de 2019, vem sendo preparado ao longo deste ano por coletivos de distintas regiões do país. De 2 a 4 de novembro, haverá uma reunião de planejamento na cidade de Buenos Aires que contará com membros de organizações culturais comunitárias de países latino-americanos. O 1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018, lançado nesta quarta-feira, 1º de agosto, é destinado a apoiar a participação de representantes de organizações dos países membros do programa nesta reunião.

O valor total destinado ao edital é de US$ 10 mil, que serão distribuídos para a compra de passagens aéreas e seguro de viagem para as pessoas selecionadas. Poderão participar do edital representantes de organizações culturais comunitárias e povos originários dos países membros do programa: Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, México,  Peru e Uruguai. Será selecionada uma pessoa por país.

As inscrições terão início hoje e terminarão em 30 de agosto. As pessoas candidatas devem completar o formulário de inscrição e enviá-lo ao correio eletrônico rosario@iberculturaviva.org, junto com os documentos necessários para a inscrição (certificados, carta aval, etc). Deve-se enviar apenas um e-mail com o formulário preenchido e todos os anexos.

Serão levados em conta na seleção critérios como a experiência da organização em ações culturais comunitárias e na articulação de redes culturais, e o histórico de participação no processo de articulação de redes culturais em âmbito nacional e/ou internacional. Também contarão pontos a participação em instâncias de articulação de redes e circuitos de organizações culturais comunitárias e/ou povos originários, como os Congressos Latino-americanos de CVC, e o perfil da pessoa candidata (mulheres, jovens, afrodescendentes e pessoas pertencentes a povos originários terão dois pontos mais).

 

O congresso

Com o tema “Territórios para o bem viver”, o 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária tem uma estrutura diferente em relação às edições anteriores, realizadas em La Paz, Bolívia (2013), San Salvador, El Salvador (2015), e Quito, Equador (2017). A ideia é que seja um evento itinerante, de 10 a 17 de maio de 2019, com início na província de Mendoza, passando por Córdoba e Paraná e terminando na cidade de Buenos Aires..

O congresso em formato de caravana, segundo os organizadores, possibilitará o contato com distintas realidades do país e criará ao longo dessa semana instâncias participativas em nível comunitário, permitindo também uma visão dos processos territoriais. Serão mantidas algumas dimensões da estrutura de trabalho dos congressos anteriores, como os círculos de palavras temáticos, as feiras, os festivais, visitas a experiências e plenárias.

Já foram realizadas três jornadas de trabalho para o planejamento do congresso: na cidade de Buenos Aires, em março; em Córdoba, em abril, e em Chacras de Coria (Mendoza), em junho. O próximo encontro está previsto para os dias 25 e 26 de agosto na cidade de Paraná. Participam da construção da metodologia e logística do evento ao redor de 200 coletivos argentinos, entre os quais muitas experiências já estruturadas em rede, como a Red Nacional de Teatro Comunitario, o Foro Argentino de Radios Comunitarias (FARCO) e o coletivo Pueblo Hace Cultura.

 

Para baixar o edital:

1º Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2018

ANEXO 01- Formulário de inscrição

Tags | , , ,

05

Mar
2018

EmNotícias

PorIberCultura

Está aberto o período de inscrições para três editais do programa Red Cultura, no Chile

Em05, Mar 2018 | EmNotícias | PorIberCultura

O Ministério das Culturas, das Artes e do Patrimônio do Chile iniciou o processo de postulações para três editais do programa Red Cultura: “Fortalecimento da gestão cultural local”, “Residências de arte colaborativa” e “Iniciativas de organizações culturais comunitárias”.

A chefa de Cidadania Cultural do ministério, Moira Délano, explicou que estes instrumentos obedecem ao desenho de políticas públicas centradas no fortalecimento da gestão cultural local e o planejamento cultural participativo. No caso da linha que apoia iniciativas de organizações culturais comunitárias (OCC), por exemplo, “se busca melhorar a gestão interna destas organizações e fortalecer sua atuação na comunidade”.

O montante total dos editais Red Cultura 2018 é de $ 1.201.480.239 (pesos chilenos). As postulações para os três editais podem ser apresentadas até as 18:00 da quarta-feira 4 de abril de 2018.

Iniciativas Culturais Comunitárias (ICC)

A linha dirigida às organizações culturais comunitárias chilenas, com ou sem personalidade jurídica, busca contribuir à implementação de ao menos 56 iniciativas inseridas em um território determinado, que contribuam através da arte e da cultura para a integração social e o fortalecimento da identidade e da diversidade cultural de sua comunidade.

Este edital conta com duas modalidades. A modalidade A promove ações e processos de fortalecimento das OCC a respeito de seu próprio desenvolvimento e incidência na gestão cultural do território que habitam. A B apoia o desenvolvimento de atividades artísticas e/ou culturais que a OCC realiza, em função de promover boas práticas em ações participativas e de integração sócio-cultural no território que habitam, associadas a seus próprios objetivos e através de diversas linguagens artísticas e ênfases culturais.

Cada OCC só pode postular uma iniciativa cujo montante máximo não passe dos 4 milhões de pesos chilenos, com impostos incluídos. As inscrições serão recebidas pelo e-mail postulacion.ficc@cultura.gob.cl. O período de consultas se estenderá até 30 de março, no correio convocatoria.redcultura@cultura.gob.cl.

Fortalecimento da Gestão Cultural Local

O edital para o Fortalecimento da Gestão Cultural Local está dirigido a municipalidades, corporações ou fundações culturais municipais, e a toda pessoa jurídica de direito privado sem fins de lucro (constituída e/ou com domicílio no Chile) que queira melhorar a gestão na administração de infraestrutura cultural.

Esta linha de concurso considera quatro modalidades de postulação. Na modalidade n° 1 só podem postular municipalidades. Seu objetivo é financiar assessorias para o desenvolvimento do processo completo para a elaboração ou atualização de um Plano Municipal de Cultura, mediante a contratação de um profissional especialista ou de uma consultora, externos e alheios à instituição.

A modalidade n° 2 tem por objetivo financiar a contratação de assessorias para que desenvolva o processo completo de elaboração ou atualização de um Plano de Gestão. Podem concorrer municipalidades, corporações ou fundações culturais municipais e, em geral, toda pessoa jurídica sem fins de lucro, que tenha a seu cargo infraestrutura cultural com fins públicos (centros culturais, casas da cultura ou teatros).

A modalidade n° 3, por sua vez, busca fortalecer a gestão do postulante, mediante a transferência de capacidades aos integrantes da infraestrutura, para a melhora de sua gestão. Está dirigida a municipalidades, corporações ou fundações culturais municipais e, em geral, toda pessoa jurídica sem fins de lucro, que tenha a seu cargo infraestrutura cultural com fins públicos (centros culturais, casas da cultura ou teatros).

Já a modalidade n° 4 está aberta a municipalidades e corporações ou fundações culturais municipais, que tenham a seu cargo infraestrutura cultural com fins públicos (centros culturais, casas da cultura ou teatros). Busca fortalecer a gestão através da contratação de programação artística e/ou cultural contida em seu plano de gestão para o ano 2018, fomentando desta maneira a participação e o acesso dos cidadãos a bens culturais.

As consultas a este edital serão recebidas até 25 de março, pelo correio fortalecimiento.redcultura@cultura.gob.cl. Postulações, até 4 de abril, também pelo e-mail fortalecimiento.redcultura@cultura.gob.cl.

 

Residências de Arte Colaborativa

Este edital é dirigido a artistas chilenos, residentes no Chile ou no exterior, a estrangeiros com residência permanente no Chile e a coletivos artísticos, com ou sem personalidade jurídica, interessados em desenvolver um trabalho coletivo que gere redes e intercâmbio de conhecimentos com atores locais, em comunas e espaços focalizados pelo programa.

As inscrições para este edital não são de projetos, e sim de perfil e experiência de trabalho metodológico em relação aos objetivos buscados. Red Cultura financiará estadias e projetos das pessoas selecionadas durante um mínimo de três meses de residência efetiva em territórios geograficamente isolados e/ou realidades sociais complexas, e um máximo de seis meses para a execução total das atividades vinculadas ao projeto.

Este ano, as Residências de arte colaborativa terão três modalidades de implementação: residências de artistas em território, residências de artistas em espaços culturais e residências de artistas em CECREA, estas últimas como um piloto de trabalho conjunto, que se realizará pela primeira vez nas regiões do Maule e de Coquimbo. Consultas e postulações pelo e-mail residenciasredcultura@cultura.gob.cl.

Saiba mais: http://www.fondosdecultura.cl/programas/red-cultura/lineas-de-concurso/

Fonte: Ministerio de las Culturas, las Artes y el Patrimonio de Chile

 

Tags | , ,

26

Feb
2018

EmEDITAIS
Notícias

PorIberCultura

437 candidaturas são habilitadas no Edital de Bolsas para o Curso de Políticas Culturais de Base Comunitária

Em26, Feb 2018 | EmEDITAIS, Notícias | PorIberCultura

Das 466 postulações que o programa IberCultura Viva recebeu para o Edital de Bolsas para o Curso de Pós-graduação em Políticas Culturais de Base Comunitária FLACSO 2018, foram habilitadas 437 candidaturas provenientes de 10 países. Brasil e Argentina foram os países com maior número de habilitados: 121 e 109, respectivamente. Depois vieram Peru (75), Chile (59), El Salvador (19), Equador (16), Uruguai (10), Costa Rica (10), Guatemala (9) e Espanha (9). O prazo de recursos para complementação de documentação terminou na quinta-feira, 1º de março.

As pessoas com candidaturas habilitadas seguirão no processo de avaliação do edital, que teve inscrições abertas de 15 de dezembro de 2017 a 15 de fevereiro de 2018. Serão concedidas 50 bolsas para agentes de políticas culturais interessados em cursar esta pós-graduação ministrada de modo virtual, por meio do Campus Virtual da Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (FLACSO), com sede na Argentina. A duração será de nove meses, de abril a dezembro de 2018.

Para participar, as pessoas candidatas deverão contar com a disponibilidade de 10 horas semanais para acompanhar o curso e comprometer-se a realizar as avaliações parciais intermediárias e o trabalho final. As aulas serão realizadas em espanhol, exceto aquelas a cargo de professores brasileiros, que serão dadas em português e terão tradução para o espanhol. Os trabalhos poderão ser entregues na língua nativa (espanhol ou português).

Seleção

As 50 bolsas serão repartidas equitativamente entre os países participantes do Conselho Intergovernamental IberCultura Viva. A seleção de bolsistas será de responsabilidade do Comitê Técnico, integrado por representantes do Conselho Executivo do programa.

Serão levados em conta critérios como a experiência em gestão cultural, em ações culturais comunitárias e no desenho e execução de políticas públicas culturais, além da formação universitária em gestão cultural, ciências sociais, humanas ou econômicas. Aqueles que pertençam a povos originários e/ou afrodescendentes receberão um ponto extra na avaliação. Ao menos 50% das pessoas selecionadas deverão ser mulheres.

Matrícula

O resultado do edital deve ser divulgado antes do dia 13 de março. O Curso de Pós-graduação em Políticas Culturais de Base Comunitária FLACSO 2018 terá início no dia 5 de abril. As pessoas não selecionadas no edital que quiserem se matricular no curso podem fazê-lo antes do começo das aulas. Para alunos residentes na Argentina, o valor de investimento é de $13.750 pesos ($2200 de matrícula e 7 parcelas de $1650). Para alunos residentes fora da Argentina, o custo total é de US$ 1000 (US$ 400 de matrícula e duas parcelas de US$ 300). Há um desconto de 10% para quem pagar o valor total à vista, adiantado.

Mais informação sobre o curso:

http://flacso.org.ar/formacion-academica/posgrado-internacional-en-politicas-culturales-de-base-comunitaria/

 

(**Texto atualizado em 2 de março de 2018)

 

Confira a lista de pessoas candidatas habilitadas:

Informação aos Interessados II – Etapa de Habilitação – Edital de Bolsas do Curso de Pós-graduação em Políticas Culturais de Base Comunitária FLACSO-IberCultura Viva 2018- Lista definitiva

Informação aos Interessados I – Etapa de Habilitação – Edital de Bolsas do Curso de Pós-graduação em Políticas Culturais de Base Comunitária FLACSO-IberCultura Viva 2018

 

Tags | , , ,

20

Feb
2018

EmEDITAIS
Notícias

PorIberCultura

Confira a lista definitiva de habilitados do Concurso de vídeos sobre comunidades afrodescendentes

Em20, Feb 2018 | EmEDITAIS, Notícias | PorIberCultura

A Unidade Técnica do programa IberCultura Viva informa a lista de pessoas candidatas habilitadas a seguir para a próxima etapa do Concurso de curtas-metragens “Comunidades Afrodescendentes: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”.  O prazo de recursos para completar a documentação terminou às 23h59 de sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018.

Dos 132 vídeos inscritos, foram habilitados 90. Desse total, 57 são do Brasil, 16 da Argentina, 6 do Chile, 3 da Costa Rica, 3 do Equador, 3 do Uruguai, 1 do Peru, e 1 do México. A comissão organizadora decidiu habilitar a participação de dois vídeos produzidos por pessoas migrantes, procedentes de países fora do âmbito do concurso, mas com residência em países que formam parte do programa e com conteúdos ali realizados.

Lançado pelo programa IberCultura Viva e a Representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), o concurso teve inscrições abertas de 20 de novembro de 2017 a 15 de fevereiro de 2018.

O objetivo da convocatória é selecionar vídeos que promovam uma reflexão sobre as comunidades afrodescendentes e a busca do pleno exercício de seus direitos culturais e/ou valorizem sua contribuição para a constituição, a promoção e o desenvolvimento da cultura ibero-americana. Dez vídeos receberão prêmios de 500 dólares.

(**Texto atualizado em 26 de fevereiro de 2018)

 

Confira a lista de vídeos habilitados:

Informação aos Interessados II: Etapa de Habilitação – Concurso de curtas audiovisuais “Comunidades Afrodescendentes: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento” – Relação definitiva

Informação aos Interessados I: Etapa de Habilitação – Concurso de curtas audiovisuais “Comunidades Afrodescendentes: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”.

Tags | , , ,