Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Destaque

27

Mar
2019

EmDestaque
Notícias

Representantes de governos locais se reúnem em maio no 3º Encontro de Redes IberCultura Viva, na Argentina

Em27, Mar 2019 | EmDestaque, Notícias |

A criação de uma rede de cidades e governos locais que implementem políticas culturais de base comunitária é um dos avanços que devem ser formalizados durante o 3º Encontro de Redes IberCultura Viva, marcado  para os dias 16 e 17 de maio de 2019 na cidade de Buenos Aires (Argentina). O encontro se realizará durante o 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária.

Representantes de governos locais que queiram se somar ao Grupo de Trabalho (GT) formado em 2017, ao final do 2º Encontro de Redes IberCultura Viva, em Quito (Equador), devem confirmar sua participação por correio eletrônico, enviando uma mensagem a programa@iberculturaviva.org.

O documento com os parâmetros para a inclusão na Rede IberCultura Viva de Cidades e Governos Locais e o modelo de solicitação de adesão à rede serão enviados pela Unidade Técnica do programa aos participantes do 3º Encontro de Redes.

Programação

Esta segunda reunião do GT de governos locais tem como objetivos a ampliação do grupo e a definição de uma agenda de trabalho intersetorial para 2019/2020. Nesses dois dias do encontro serão realizadas tarefas de formação e se abrirá um espaço de intercâmbio para a constituição da agenda.

As atividades incluem uma capacitação para a implementação do Guia de Autoavaliação em Políticas Culturais Comunitárias, uma capacitação para o uso de ferramentas de medida de impacto de políticas culturais de base comunitária e uma capacitação para o uso da plataforma Mapa IberCultura Viva.

Também será realizada a apresentação da publicação “Puntos de cultura viva comunitaria iberoamericana. Experiencias compartidas” – com experiências apresentadas no 2º Encontro de Redes IberCultura Viva –, editada em parceria com a Secretaria de Cultura e Cidadania da Prefeitura de Medellín (Colômbia).

Participantes do 2º Encontro de Redes em Quito

 

Por que participar

A Rede IberCultura Viva de Cidades e Governos Locais tem como objetivo geral fortalecer e promover o desenvolvimento de políticas culturais de base comunitária em nível local. Entre seus objetivos específicos estão o  fomento de atividades de intercâmbio e cooperação entre redes e organizações culturais comunitárias de diferentes cidades e provìncias, e a articulação das ações desenvolvidas pelo programa IberCultura Viva em nível local.

Os integrantes da rede são representantes de prefeituras, municípios e estados. Os que contam com políticas culturais de base comunitária devem levar adiante pelo menos duas atividades em articulação com o programa IberCultura Viva. Estas atividades podem ser um intercâmbio para o fortalecimento das políticas entre funcionários públicos e técnicos, uma articulação para o banco de saberes de IberEntrelaçando Experiências, um seminário de formação, publicações e produções audiovisuais, entre outras.

Caso o governo local ainda não conte com políticas culturais de base comunitária, deve comprometer-se a desenvolver uma política no transcurso de 12 meses e propor a articulação de ao menos duas atividades com o programa, destinando recursos próprios.

Os governos locais que decidirem aderir a esta rede estarão participando de um espaço de cooperação para o desenvolvimento de políticas culturais de base comunitária, e devem implementar um espaço de participação e diálogo com a sociedade civil em nível local.

Além da visibilidade internacional de suas políticas, atividades e convocatórias, terão como benefícios o assessoramento para a realização de processos de análise e autoavaliação das políticas culturais de base comunitária desenvolvidas; uma agenda conjunta de trabalho que reforce as principais atividades de cada governo local; a participação em encontros de debate e intercâmbio entre governos locais do Espaço Ibero-americano, entre outras ações de cooperação.

Reunião anterior

Um “primeiro acordo” de constituição da Rede IberCultura Viva de Cidades e Governos Locais se deu durante o 2º Encontro de Redes IberCultura Viva, realizado na sede do Ministério de Cultura e Patrimônio de Equador, nos dias 22 e 23 de novembro de 2017, durante o  3º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária.

Uma província e 11 municípios estiveram representados em Quito. Participaram do encontro funcionários dos governos da província de Entre Ríos e das municipalidades de Córdoba e Devoto, Argentina; da Prefeitura de Niterói, Brasil; da Alcaldía de Medellín, Colômbia; do Ayuntamiento de Zapopan e município de Cherán, México; do município de Ibarra, Ecuador; das intendências de Canelones e Montevidéu, Uruguai, e das municipalidades La Molina e Metropolitana de Lima, Peru.

Além deles, a reunião contou com a presença do Conselho Intergovernamental IberCultura Viva e de representantes de organizações culturais comunitárias de México, Peru, Guatemala e Costa Rica que tiveram incidência no desenvolvimento de políticas públicas em nível local.

Para o encontro de maio em Buenos Aires, também está prevista a participação de representantes dos governos dos países membros do IberCultura Viva (que estarão realizando a 1ª Reunião do Conselho Intergovernamental) e de representantes do 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária.

De volta à Argentina

Esta será a segunda vez que o programa realiza um encontro de redes em Buenos Aires. O 1° Encontro de Redes IberCultura Viva foi promovido de  30 de novembro a 2 de dezembro de 2016 no Centro Cultural San Martín, na capital argentina. Três grupos de trabalho foram formados por pesquisadores, representantes de governos e organizações sociais que desenvolvem políticas culturais de base comunitária em 17 países ibero-americanos.

Durante três dias, os participantes se distribuíram nas seguintes mesas temáticas: “Participação social e cooperação cultural”, “Legislação para as políticas culturais de base comunitária” e “Formação em políticas culturais de base comunitária e construção de mapas e indicadores”. As atividades se realizaram de maneira simultânea às exposições, rodas de conversa e fóruns do 3º Encontro Nacional de Pontos de Cultura de Argentina.

Desta vez, a programação do 3º Encontro de Redes IberCultura Viva se realizará paralelamente ao 4º Congresso Latino-americano de CVC, organizado pela Rede de Cultura Viva Comunitária da Argentina. O evento será forma de caravana, de 10 a 18 de maio, partindo da cidade de Mendoza e chegando à cidade de Buenos Aires, com paradas nas provincias de Córdoba e Entre Ríos.

 

Uma das mesas do 1º Encontro de Redes: “Participação social e cooperação cultural”

Tags | , ,