Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Experiencias

Unión Comunal de la Cultura de Andacollo: trabalhando juntos para o bem comumUnión Comunal de la Cultura de Andacollo: trabalhando juntos para o bem comumUnión Comunal de la Cultura de Andacollo: trabalhando juntos para o bem comumUnión Comunal de la Cultura de Andacollo: trabalhando juntos para o bem comumUnión Comunal de la Cultura de Andacollo: trabalhando juntos para o bem comumUnión Comunal de la Cultura de Andacollo: trabalhando juntos para o bem comum

Por IberCultura

Em22, Jun 2018 | Em | PorIberCultura

Unión Comunal de la Cultura de Andacollo: trabalhando juntos para o bem comum

Andacollo é uma cidade e comuna do Chile situada na província de Elqui, na Região de Coquimbo. Com 310 km2 e mais de 10 mil habitantes, conta com uma grande quantidade de artistas e agrupações culturais que há três anos decidiram trabalhar juntos para o bem comum, buscando estimular o sentido comunitário de vida, as tradições e identidades expressadas pela cultura e pelas artes.

O trabalho colaborativo começou em 13 de junho de 2015 com um encontro que reuniu mais de 80 artistas, gestores, artesãos e vizinhos locais. Da atividade surgiu o livro “Diagnóstico Cultura Viva de Andacollo”, um aporte para a construção de políticas culturais e participativas, com objetivos, propostas e o olhar simples dos protagonistas do mundo cultural na comuna.

 

Deste encontro nasceu a Unión Comunal de la Cultura de Andacollo (UCCA), organização comunitária que tem como principal objetivo revalorizar o sentido de identidade, fomentar e desenvolver a arte, a cultura e o patrimônio na comuna, mediante o trabalho conjunto de artistas, gestores, docentes e cidadãos ativos.

Apoiar e promover a cultura entre os cidadãos em geral, oferecendo espaços e programas culturais, também estão entre os objetivos da UCCA, assim como criar redes e circuitos com diferentes organismos e associações, e organizar festivais, encontros, intercâmbios e concursos culturais em nível municipal e regional, que estimulem a participação e a criação artística.

Plataforma digital

Em outubro de 2017, o então Conselho Nacional da Cultura e das Artes (atualmente, Ministério das Culturas, das Artes e do Patrimônio) deu a conhecer 56 projetos selecionados na convocatória do Programa Rede Cultura para o Financiamento de Iniciativas Culturais Comunitárias 2017. O projeto da Unión Comunal de Cultura de Andacollo estava entre eles.

Com o recurso recebido, foi criado um site para abrigar os associados, sistematizar atividades e difundir suas expressões, buscando fortalecer o trabalho que desenvolvem as diversas organizações e agrupações artísticas de Andacollo. A plataforma digital http://www.uccandacollo.cl foi lançada no último 20 de junho.

 

No site são apresentadas algumas das agrupações que fazem parte da Unión Comunal, com imagens, um resumo de suas atividades, dados de contato, redes sociais, etc. Uma das mais numerosas é a Escuela de Talentos Andacollinos, um espaço de formação cultural onde são dadas oficinas de canto, coro, dança, teatro, guitarra, folclore latino-americano e fotografia, realizados por professores e artistas andacollinos, de maneira gratuita e aberta à comunidade.

Entre os grupos musicais estão Huaso González, La Gran Sonora Bandacollo, ADN Tropikal, Churi Pacha, Sin Ofender, Grupo Cielo, Pirqay e os cantores e  compositores Ximena Urrutia e Eduardo Rojas. Entre os grupos de música e dança destacam Qullu Marka, que apresenta danças bolivianas como o caporal, o tinkus, a morenada e o tobas; e o grupo de dança e academia de cueca Raices Rosarianas. Também está presente o trabalho do grupo de artesãs Uraqui.

Linhas de trabalho

Juntos, em suas diferentes áreas, as agrupações que aí se apresentam realizam ações culturais que revalorizam as expressões próprias da identidade da comuna, onde os protagonistas do fazer cultural são os próprios vizinhos.

Assim, buscam servir de ponte entre as necessidades sentidas pelo vizinhos de Andacollo, seus conhecimentos e virtudes ancestrais, com uma forma de participação que lhes permita formar não apenas conhecimentos artísticos, e sim valores, como o sentido comunitário, as tradições, a identidade e a multiculturalidade.

 

Para garantir o acesso à cultura e às artes, especialmente entre os vizinhos com menos oportunidades, é realizada uma série de espetáculos, encontros e serviços culturais em distintos setores da comuna.

Na área de formação, a Escuela de Talentos e a Academia de Danzas Folclóricas Raíces oferecem oficinas gratuitas em mais de 10 disciplinas artísticas. Além disso,  há oficinas de astronomia básica para estudantes e cursos de salvaguarda, valorização e fomento do patrimônio cultural material e imaterial de Andacollo, com o objetivo de criar oportunidades de expressão artístico-cultural para todos os cidadãos.

 

Também na linha de patrimônio trabalha-se no resgate, gravação e difusão de temas inéditos dos antigos festivais da comuna. E os artistas plásticos realizam murais patrimoniais em paredes de localização central na comuna.

Outra linha de trabalho importante está dirigida para a formação de redes e oficinas de liderança, com a realização de projetos e atividades para contribuir com o fortalecimento das políticas culturais comunais e com o desenho de planos comunais de cultura com vistas à coerência e sinergia no conjunto das políticas públicas territoriais.

Participantes do 1º Encontro de Organizações Culturais Comunitárias de Andacollo, em agosto de 2017

 

Saiba mais:

http://www.uccandacollo.cl

www.facebook.com/andacollocultura/

 

**Integrantes de la Unión Comunal de la Cultura:
Agrupación de Danza “Danza Tusay”, Agrupación de Danza “Raíces Rosarianas”, Agrupación de Danza “Inti Waira”, Sonora musical “La Gran Bandacollo, Grupo Ranchero ADN Tropical, Grupo Andino “Cielo”, Grupo Andino “Churipacha”, Grupo Andino “Zambos”, Agrupación Folclórica “Huaso González”, Agrupación “La Riota Rock”, Grupo Quyllur “Divulgación y enseñanza de la Astronomía”, Agrupación “Andacollo Patrimonial”, Agrupación Cultural “El Maray”, Escuela de Talentos Andacollinos, Agrupación Cultural “Pacha Mama”, Agrupación de Artesanos de Andacollo Uraqui, Grupo Pirqay, Escuela de Talentos Andacollinos, Lakita Antacolla, Agrupación Violeta Parra, Agrupación social y cultural Canto y Vida. Y más de 20 profesores, gestores y artistas de la comuna.