Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Para o Topo.EPara o Topo

Experiencias

Rede Jujuy Cultura Viva: incentivando os encontros e o resgate de saberes das comunidadesRede Jujuy Cultura Viva: incentivando os encontros e o resgate de saberes das comunidadesRede Jujuy Cultura Viva: incentivando os encontros e o resgate de saberes das comunidadesRede Jujuy Cultura Viva: incentivando os encontros e o resgate de saberes das comunidades

PorPor IberCultura

EnEm 22, fev 2022 | EnEm | PorPor IberCultura

Rede Jujuy Cultura Viva: incentivando os encontros e o resgate de saberes das comunidades

 

A Secretaria de Cultura de Jujuy, na Argentina, tem firmado convênios de cooperação com as prefeituras dos municípios da província, com o objetivo de garantir os direitos culturais das comunidades, concretizar capacitações, incentivar encontros e o resgate de saberes culturais de cada localidade. Um total de 54 municípios das quatro regiões da província (Puna, Quebrada, Yungas e Valles) formam atualmente a Rede Jujuy Cultura Viva. 

Um dos eixos da Rede Jujuy Cultura Viva tem como proposta trabalhar com as pessoas que fazem base nos territórios e que constituem um nexo entre o Estado e as comunidades originárias. Para a Secretaria de Cultura, elas são a essência desses tecidos, desses vínculos com as comunidades que dia a dia lutam para resgatar e preservar os saberes culturais, cuidar do patrimônio material e imaterial e reafirmar sua identidade em cada expressão cultural.

O Programa de Formação Contínua “Jujuy Cultura Viva”, que teve início em 3 de outubro de 2021, numa primeira etapa se destina a essas pessoas que compõem as áreas e equipes de Cultura dos 54 municípios com os quais se firmaram os convênios de cooperação, e que trabalham com as comunidades originárias de cada jurisdição. A atividade busca fortalecer a articulação permanente entre os organismos municipais e a Secretaria de Cultura da província, além de promover o intercâmbio de saberes entre as pessoas participantes.

Este ciclo de capacitações e oficinas tem se desenvolvido de forma virtual, dividido em seis módulos com temáticas como patrimônio, direitos culturais, elaboração de projetos, cerimonial e protocolo, comunicação e redes sociais e uma temática de escolha livre do interesse dos/das participantes. Em cada encontro há um intercâmbio de opiniões e experiências transmitidas por cada pessoa participante. Segundo a Secretaria de Cultura, esse trabalho prévio é um levantamento necessário para conhecer as realidades e as necessidades culturais de cada comunidade, com o objetivo de abordar, em uma segunda etapa, um programa de oficinas comunitárias que se realizem de maneira aberta nos municípios e que abarque as realidades de cada território. Neste sentido, se projeta abarcar 25 comunidades com 50 oficineiros/as.

 

.

Reafirmando a identidade

Depois da incorporação de Jujuy à Rede IberCultura Viva de Cidades e Governos Locais, no segundo semestre de 2021, uma das atividades propostas pela Secretaria de Cultura da Província foi a realização de um corredor de murais com temáticas sugeridas por habitantes das comunidades indígenas da região de Quebrada e Puna.

A iniciativa, realizada entre 1º de outubro e 30 de novembro de 2021 por artistas locais de cada região, teve como objetivos reafirmar a identidade local e trabalhar sobre o respeito à diversidade cultural, além de servir como espaço de encontro e diálogo entre as comunidades. A atividade se concretizou de maneira gratuita com gastos de pintura e materiais assumidos pela Secretaria de Cultura da Província.

As regiões de Quebrada e Puna contam com paisagens deslumbrantes que encantam moradores e visitantes. A proposta que se apresentou com esta atividade foi a de que estes tesouros paisagísticos se complementam com riquezas culturais aportadas a partir de uma ferramenta social transformadora como é a arte mural. 

Dessa maneira, espaços públicos situados a mais de 200 quilômetros da capital da província, pelos quais as comunidades indígenas transitam em seu dia a dia, luzem atualmente murais comunitários que reafirmam a identidade local plasmada através das diretrizes e temáticas que os próprios vizinhos para os artistas para que eles imaginassem, criassem e pintassem juntos. 

Os dias em que se realizaram os murais foram em si mesmos espaços de encontro e reencontro depois da pandemia. Segundo a Secretaria de Cultura, as comunidades participaram ativamente das diretrizes e propostas de temáticas a pintar nos murais. Também conseguiram se comunicar entre elas e manter um espaço de diálogo sobre esta e outras temáticas, reafirmando, além da identidade, os laços entre comunidades.

São três os corredores murais reconhecidos hoje na província, entre os departamentos Cochinoca e Humahuaca, com traços, desenhos e cores legitimando sua história social e cultural. O Corredor Barrancas abarca as comunidades de Santa Ana de la Puna, Tusaquilla, Sausalito, Rinconadilla e Tres Pozos. O Corredor do Zenta inclui as comunidades de Chorcan, Aparzo, Palca de Aparzo e Varas. O Corredor Quebrada, por sua vez, envolve as comunidades de Tres Cruces, Hipólito Yrigoyen e Yacoraite. O projeto é o de desenvolver seis rotas, que abarquem 50 localidades contando com 14 corredores. 

Artistas, autoridades de Cultura de Jujuy e comunidades quebradenhas participaram da inauguração do Corredor de Murales del Zenta, em Humahuaca. Os murais foram realizados por artistas do MIM (Movimiento Internacional de Muralistas “Italo Grassi”)

Fotos: Jujuy Cultura Viva/ Ministerio de Cultura y Turismo de Jujuy

 

**

Rede IberCultura Viva

A província de Jujuy aderiu à Rede IberCultura Viva de Cidades e Governos Locais em setembro de 2021. A carta de solicitação de incorporação à rede foi firmada pelo ministro de Cultura e Turismo da província, Federico Posadas. O documento, além de informar que o secretário de Cultura de Jujuy, Luis Medina Zar, seria o representante do governo local na rede, apresentava propostas de atividades a serem desenvolvidas em articulação com o programa, incluindo as capacitações destinadas a gestores e referentes culturais. Também mencionava um espaço de participação e diálogo com a sociedade civil em Jujuy: um fórum com 24 organizações culturais comunitárias.

Argentina também está presente na rede com outras duas províncias – Entre Ríos e Chaco – e três municipalidades: Almirante Brown, Comodoro Rivadavia e Marcos Juárez. Saiba mais sobre a rede em https://bit.ly/2Wsx6j1.

.

Leia também:

Província de Jujuy se incorpora à Rede IberCultura Viva de Cidades e Governos Locais