Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Destaque

30

Apr
2018

EmDestaque
Notícias

Feira de iniciativas culturais comunitárias de Costa Rica: um espaço de diálogo e intercâmbio entre gestores

Em30, Apr 2018 | EmDestaque, Notícias |

Quarenta gestores comunitários de distintas regiões de Costa Rica participaram da Feira de Iniciativas Culturais Comunitárias realizada na última sexta-feira (27/04) no Centro Nacional de Cultura (Cenac), em San José. A jornada, promovida pela Direção de Cultura do Ministério de Cultura e Juventude (MCJ) com o apoio do programa IberCultura Viva, também contou com a entrega de certificados da primeira turma do Programa de Formação em Gestão Sociocultural e a apresentação do documento “La Ruta de la DC: Gestión sociocultural y participación comunitaria”.

Apresentaram-se projetos acompanhados pela Direção de Cultura do MCJ, como “El Bosque de la Marimba”, de Santa Cruz (um dos ganhadores dos editais Beca Taller); o Festival Maleku; o grupo de zancos e brincadeira pública do Centro Cívico por la Paz de Garabito; um processo com população migrante e em condição de refúgio em San José; o Museo Arqueológico de Cahuita, Puerto Viejo e Manzanillo, assim como expositores de comidas tradicionais de Limón e Guanacaste.

Além disso, jovens que participaram de algumas oficinas e atividades da Direção de Cultura de Garabito e Cartago visitaram o gabinete da ministra de Cultura, Sylvie Durán Salvatierra, e compartilharam com ela as experiências vividas.

Balanço

No período 2014-2018, a Direção de Cultura do Ministério de Cultura e Juventude de Costa Rica tem enfocado seu trabalho no desenvolvimento de processos de assessoria, estímulo e acompanhamento em gestão sociocultural comunitária, mediante ações articuladas e participativas, para apoiar o fortalecimento de gestores e organizações socioculturais no exercício de seus direitos culturais.

La ruta de la DC – Gestión sociocultural y participación comunitaria” é produto deste processo de construção coletiva, a partir da sistematização da história da Direção de Cultura, seus enfoques conceituais chave, a caracterização das iniciativas culturais comunitárias com as quais se tem trabalhado desde sua criação, o contexto e os desafios enfrentados.

Plateia no Teatro 1887, durante a apresentação de “La Ruta de la DC”

Como mostra o documento apresentado na tarde de sexta-feira, no Teatro 1887, o papel da Direção de Cultura é o de canalizador, referência e mediador entre as diversas instâncias para acompanhar e complementar os processos de gestão sociocultural e participação comunitária. O Programa de Formação em Gestão Sociocultural, por exemplo, é desenvolvido pela DC em conjunto com as universidades públicas, em resposta à demanda dos gestores locais.

O enfoque da DC compreende a gestão sociocultural como o conjunto de processos participativos mediante os quais as pessoas, grupos, organizações e instituições dialogam, definem, articulam e desenvolvem iniciativas culturais comunitárias a partir da identificação de suas necessidades e oportunidades.

 

Confira o documento “La Ruta de la DC – Gestión sociocultural y participación comunitaria”: https://bit.ly/2jiv3r6

 

Fotos: Prensa MCJ

Tags |