Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Notícias

08

Nov
2018

EmNotícias

Festival da Terra e Cores da Serra: os dois projetos do México selecionados no Edital de Apoio a Redes 2018

Em08, Nov 2018 | EmNotícias |

 

 

Nome do evento: 3er Festival de la Tierra

Organização responsável: Dulce Camino A. C.

 

A terceira edição do Festival de la Tierra será realizada no município de Zapopan (a Praça de las Américas e o Parque Agroecológico serão as duas sedes), em abril de 2019, por ocasião do Dia da Terra. Este espaço pretende ser um polo de convergência de pessoas, grupos, povos indígenas, organizações urbanas e camponesas, instituições acadêmicas e coletivos interessados no cuidado do planeta e no bem-viver.

Serão dois dias de exposição e um dia de oficinas para que os participantes compartilhem as conquistas obtidas ao longo do ano em seus processos formativos, organizativos e de comunicação. Estão previstas 30 oficinas nas áreas de bioconstrução, transformação, agroecologia, economia solidária, consumo responsável, medicina tradicional e alternativa, criatividade, reciclagem e artísticas.

Um dos objetivos do evento é sensibilizar o público em geral – por meio da ciência e das artes, música, dança, pintura, escultura, arquitetura – que existem alternativas viáveis na agroecologia, no processamento saudável, na medicina tradicional e na bioconstrução para a construção de políticas comunitárias de cuidado do planeta e do bem-viver. Outro objetivo é gerar as melhores condições e o ambiente propício entre pessoas, grupos e redes de empatia e colaboração para celebrar e compartilhar seus saberes, experiências e produtos de seu trabalho, frutos dos processos sociais e comunitários.

O festival é uma articulação de Dulce Camino A. C. (Guadalajara), Colectivo Agroecológico Teocintle (Zapopan), IMDEC (Guadalajara), REMECC– Red Mexicana de Comercio Comunitario (Guanajuato), CIPTEV – Centro de Investigación y Producción de Tecnología Ecológica para la Vivienda (Zapopan), RedSoSu – Red para el Desarrollo de Sociedades Sustentables (Jalisco), Kookay, A. C. (Guadalajara), Recybank (Guadalajara), Bioespiral (Guadalajara), Red MAK – Red MesoAmeri-Kaab (Guadalajara), Casa de Asistencia para la Comunidad A. C., (Tonalá), Colectivo Escuela Campesina de Educación Popular y Alternativas Sustentables (Cuzalapa, Cuautitlán), Fasmex – Fortaleza de Agroindustria Sustentable de México (Zapopan), OIDH – Organización Internacional para el Desarrollo Humano (Guadalajara), Escuela para Defensoras Benita Galeana A.C.

 

 

Nome do evento: Festival Multicultural “Colores de la Sierra”

Nome da red/articulação: Ha Ta Tukari

Instituição responsável: Proyecto Concentrarte A.C.

 

O Festival Multicultural Colores de la Sierra: arte, tradición, ecología, difusión de los derechos de los pueblos indígenas y cultura ancestral será realizado de 26 de janeiro a 3 de fevereiro de 2019 na comunidade de San Andrés Cohamiata, onde vive o povo wixárika. Esta comunidade é um lugar de difícil acesso, adentrando na Sierra Madre Occidental, no norte do estado de Jalisco, no município de Mezquitic – onde a oferta cultural, de saúde, alimentos, etc. não chega.

A proposta de criar um festival de uma semana no qual se possa compartilhar e criar junto com a comunidade de San Andrés Cohamiata, é resultado de uma articulação entre o povo wixárika, quatro associações civis e um coletivo: Proyecto Concentrarte A.C., Desarrollo Sustentable Lu’um A.C., Isla Urbana A.C., Colores de la Tierra y Organización Cultural Todos Somos Otros A.C.  

As atividades terão como foco a promoção dos direitos dos povos indígenas, e consistirão em murais coletivos dirigidos por artistas profissionais que canalizem as mãos e as ideias das crianças e jovens da comunidade, projeção de documentários, oficinas de cartões, pães e cuidado com o meio ambiente, jogos cooperativos e de convivência, e um concerto. Tudo será documentado em vídeo e fotografia. Posteriormente, um documentário será lançado para difundir a importância da proteção do direitos e da preservação da cultura.

A rede Ha Ta Tukari, promotora do projeto, é uma equipe multidisciplinar formada por quatro ONGs com quase nove anos de trabalho ininterrupto em duas comunidades da serra indígena Wixárika (povo huichol). Este festival é realizado em parceria com Colores de la Tierra, um projeto multicultural fundado em 2012, que alcança mais de 1500 meninos e meninas em oito comunidades da serra, mediante a criação de espaços para compartilhar ferramentas criativas e ecológicas, sempre com o objetivo de promover e preservar a cultura wixárika.

O povo wixárika está formado por cerca de 20 comunidades e, até o momento, a rede Ha Ta Tukari e Colores de la Tierra vinham atuando em comunidades diferentes por um mesmo objetivo: um futuro sustentável para o povo wixárika mediante o respeito e a preservação de sua cosmovisão e tradições. Para poder alcançá-lo, decidiram unir forças e complementar-se, de forma que possam ampliar seu espectro de ação e realizar um trabalho ainda mais profundo e com maior alcance. Este festival é a semente para esta nova aliança.

 

Saiba mais sobre a rede Ha Ta Tukari

Tags | , ,