Image Image Image Image Image
/ /
Scroll to Top

Para o Topo

Editais

 

Desde o início de suas atividades, em 2015, IberCultura Viva vem lançando editais de apoio a redes, de mobilidade e de intercâmbio. Estas iniciativas correspondem ao Objetivo Estratégico 2 do programa: “Fortalecer as capacidades de gestão e articulação em rede das organizações culturais comunitárias e dos povos originários, para melhorar o desenvolvimento de suas iniciativas e sua participação nos modelos de gestão de políticas culturais”. 

 

Editais de Apoio a Redes

Os editais de apoio a redes em geral são destinadas à realização de eventos como encontros, congressos, seminários, festivais, feiras e colóquios, promovidos por organizações culturais comunitárias que trabalham de forma colaborativa com ao menos outras duas organizações ou coletivos. Os eventos devem ter entrada livre e gratuita. Cada projeto selecionado pode receber até US$ 5 mil.

Entre 2016 e 2019 foram disponibilizados US$ 240 mil do Fundo Multilateral IberCultura Viva para três editais de apoio a redes, beneficiando 47 projetos de trabalho colaborativo dos 11 países integrantes do Conselho Intergovernamental.

Edição de 2016: Com inscrições abertas entre 19 de setembro e 1º de dezembro de 2016, o Edital IberCultura Viva de Apoio a Redes 2016 distribuiu US$ 100 mil entre duas categorias. A categoría 1 repartiu US$ 50 mil entre 10 eventos de redes nacionais e/ou regionais que tinham como objetivo a preparação para o 3º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitário, marcado para novembro de 2017 no Equador. Os US$ 50 mil restantes foram destinados aos 10 ganhadores da categoria 2, para a realização de eventos de redes de cultura comunitária municipais, estaduais, nacionais ou regionais, durante o ano de 2017. 

Edição de 2018: No Edital de Apoio a Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo foram destinados US$ 85 mil para a seleção de 17 projetos de 11 países. As postulações foram feitas pela plataforma Mapa IberCultura Viva entre 15 de agosto e 3 de outubro de 2018, e os eventos apoiados se realizaram entre novembro de 2018 e maio de 2019.

Edição de 2019: A edição mais recente, que teve um montante de US$ 55 mil, teve inscrições abertas entre 1º de junho e 15 de julho de 2019. Dez propostas serão selecionadas. Os eventos apoiados serão realizados entre outubro de 2019 e maio de 2020, com entrada livre e gratuita.

 

 

Editais de Mobilidade

Os editais de mobilidade costumam apoiar a participação de representantes de organizações da sociedade civil nos Congressos Latino-americanos de Cultura Viva Comunitária e seus reuniões preparatórias. Entre os critérios que são levados em conta na avaliação estão a trajetória da organização em ações culturais comunitárias, a experiência em processos de articulação de redes comunitárias, e o perfil da pessoa candidata. 

Nesses editais de mobilidade, pelo menos 50% das pessoas selecionadas devem ser mulheres. As pessoas candidatas pertencentes a povos originários e/ou que se declaram afrodescendentes também têm pontuação extra na avaliação das candidaturas.

Em 2019, 33 pessoas foram selecionadas para participar da caravana do 4º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária, realizado na Argentina de 10 a 18 de maio. Elas receberam do programa as passagens aéreas, um seguro de viagem e a taxa de inscrição do evento. O valor total destinado ao Edital IberCultura Viva de Mobilidade 2019 foi de US$ 35 mil.

Em 2018, com um montante de US$ 10 mil, o Edital IberCultura Viva de Mobilidade selecionou 9 pessoas de países membros do programa para participar das Jornadas Preparatórias do 4º Congresso Latino-americano de CVC, em novembro, em Buenos Aires. 

Em 2017, se distribuiu cerca US$ 45 mil em passagens aéreas a 52 representantes de organizações interessadas em participar do 3º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária, em Quito (Equador), de 20 a 25 de novembro. As pessoas selecionadas receberam a passagem, o seguro de viagem e a inscrição para o congresso.

Em 2015, para apoiar a participação de organizações ibero-americanas no 2º Congresso Latino-americano de CVC, em San Salvador (El Salvador), o programa contou com uma categoria específica no Edital IberCultura Viva de Intercâmbio. Dez pessoas de Argentina, Brasil, Chile e Peru receberam US$ 2 mil (cada) para apoiar sua viagem a El Salvador.

 

 

 

Editais de Intercâmbio

O Edital IberCultura Viva de Intercâmbio foi o primeiro lançado pelo programa, em agosto de 2015. Dividido em três categorias, tinha como objetivo promover e fortalecer o intercâmbio entre agentes culturais ibero-americanos por meio da criação de redes (categoria 1) e de produtos feitos em conjunto por organizações da sociedade civil de dois ou mais países (categoria 3). 

Um total de US$ 90 mil foi destinado a este edital: US$ 35 mil foram distribuídos entre os 7 projetos ganhadores da categoria 1; US$ 35 mil entre os 7 selecionados na categoria 3, e US$ 20 mil entre os 10 representantes de organizações que viajaram a El Salvador para assistir ao 2º Congresso Latino-americano de CVC. 

Em dezembro de 2018, o programa lançou uma de suas principais ações para o intercâmbio entre organizações culturais comunitárias dos países ibero-americanos: IberEntrelaçando Experiências. Inspirado em uma iniciativa nascida na Argentina em 2014, dentro da Rede Nacional de Pontos de Cultura, este edital busca ser um espaço de intercâmbio de saberes criado para difundir, potenciar e fazer circular os conhecimentos que as organizações e coletivos adquiriram graças a suas práticas em território. 

Assim como o modelo argentino, Entrelaçando Experiências tem duas etapas. Na primeira, em que se busca construir e visibilizar um banco de saberes, as organizações oferecem oficinas e capacitações que já desenvolvem em seus territórios e querem compartilhar em outras localidades. Na segunda fase, em que são selecionadas as comunidades anfitriãs, as organizações solicitam alguma das propostas de formação oferecidas na primeira etapa, para que sejam desenvolvidas em seus territórios. (Saiba mais sobre Entrelaçando Experiências em Banco de Saberes”)